ZURA

BUSCAPÉ

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

BONDFARO

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

UOL

UNIÃO E SUCESSO

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

HÁ QUEM DIGA O CONTRÁRIO!

SONHOS INÚTEIS

Autor: Samael Aun Weor *

(...) Vamos falar de algo que é muito importante. Refiro-me enfaticamente à questão dos sonhos. É chegada a hora de ir ao fundo dessa questão. Considero que o mais importante é deixar de sonhar. Na verdade, os sonhos não passam de simples projeções da mente, e, portanto, são ilusórios, não servem para nada.

É o ego quem, precisamente, projeta os sonhos. É lógico que esses sonhos são inúteis. Nós precisamos transformar o subconsciente em consciente. Precisamos eliminar radicalmente não só os sonhos, mas também a possibilidade de sonhar, e isso é muito sério. Sem dúvida, sempre sonharemos enquanto existir egos em nossa mente.

Precisamos de uma mente que não projete; precisamos esgotar o processo de pensar. A mente projetora cria sonhos, que são ilusórios e vazios. Quando falo de “mente projetora” não me refiro aos projetos de engenharia, onde são desenhados plantas e projetos de um prédio ou de uma estrada. Não! Ao falar de “mente projetora” me refiro à mente do animal intelectual.

É claro que o subconsciente sempre projeta não só casas e prédios ou obras em geral. Explico: Projeta suas próprias recordações, seus próprios desejos, suas próprias emoções, paixões, idéias, experiências, etc. A “mente projetora”, repito, projeta ou cria sonhos. É claro que enquanto houver subconsciente sempre existirão projeções. Quando o subconsciente se transforma em consciente, terminam as projeções; já não podem existir, desaparecem.

Se queremos a verdadeira ILUMINAÇÃO, é preciso, urgentemente, transformar o subconsciente em consciente. Para isso, é preciso acabar-se com o subconsciente. Entenda-se: o subconsciente é o ego. Então, é preciso acabar-se com o ego, o eu, o mim mesmo, o si mesmo. É dessa forma que transformaremos o subconsciente em consciente, em consciência objetiva, real e verdadeira.

Uma pessoa possuidora de consciência objetiva, que tenha eliminado o ego, viverá nos mundos superiores totalmente desperta. Enquanto seu corpo repousa numa cama, dormindo, ela se moverá nos mundos espirituais perfeitamente desperta, tocando as grandes realidades dos mundos superiores.

Uma coisa é a gente andar pelos mundos espirituais com a consciência desperta, atenta, e outra coisa é fazer isso em estado subjetivo, dormido, projetando sonhos [pensamentos]. Vejam a enorme diferença que há entre um estado e outro de quem anda por essas regiões projetando sonhos e quem anda por ali com a consciência totalmente desperta, iluminada, atenta, em estado de VIGILIA SUPEREXALTADA. Obviamente, este último estado é o de um iluminado, e assim poderá, se quiser, investigar os mistérios da vida e da morte e conhecer todos os enigmas do universo.

Existe por aí um certo autor que diz que os sonhos não passam de idéias disfarçadas. Se for assim, podemos esclarecer um pouco mais essa questão, afirmando que os “sonhos são projeções da mente”. Porque essas idéias disfarçadas são projetadas mentalmente – e isso são os sonhos”. Portanto, coisa falsa e vazia. Porém, quem vive desperto já não sonha.

Ninguém poderia viver desperto sem haver morto em si mesmo, sem haver aniquilado o ego, o eu, o mim mesmo. Por isso, quero que todos os irmãos se preocupem mais pela desintegração do ego, porque somente assim, acabando com essa terrível legião, poderão despertar totalmente.

Sem dúvida, não é fácil acabar-se com os elementos subjetivos que possuímos. Esse processo ocorre de forma didática, pouco a pouco. Mas, conforme a gente vai eliminado esses elementos, a consciência vai se tornando objetiva, e quando a eliminação se dá por completa, absoluta, a consciência torna-se 100% objetiva, desperta. Então, termina a possibilidade de sonhar.

Os grandes adeptos da Fraternidade Universal Branca não sonham; possuem consciência objetiva. Para eles, a possibilidade de sonhar desapareceu, e eles vivem nos mundos superiores em estado de vigília intensificada, totalmente iluminados, governando as leis da natureza, convertidos em deuses, mais além do bem e do mal.

É importante compreender tudo isso a fundo. Para sintetizar ainda melhor, para que todos possam fazer um resumo exato disso tudo, quero acrescentar:

1. O subconsciente é o mesmo ego. Aniquile-se o ego e a consciência despertará.
2. Os elementos subconscientes são elementos infra-humanos que todos temos dentro; destruindo-se esses elementos, a possibilidade de sonhar [projetar] terminará.
3. Os sonhos são projeções do ego; portanto, de nada servem.
4. O ego é mente.
5. Os sonhos são, por isso, projeções da mente. [Logo, a melhor forma de pensar é não pensar].
6. Anotem isso com muita atenção: É INDISPENSÁVEL NÃO PROJETAR [não fantasiar].
7. Não somente se projetam coisas para o futuro como sempre estamos também projetando [fantasiando] coisas do passado.
8. Também projetamos [fantasiamos] todo tipo de emoção e sentimentos presentes, paixões, pensamentos luxuriosos, etc.

As projeções da mente são infinitas. Logo, as possibilidades de sonhar também são infinitas. Como seria possível considerar iluminado um sonhador? É lógico que um sonhador é um sonhador, nada sabe sobre as realidades das coisas, sobre isso que está além do mundo dos sonhos. É indispensável que os irmãos de nosso Movimento Gnóstico se ocupem do DESPERTAR, para o quê, é preciso que se dediquem plenamente à dissolução do ego. Que isso seja sua principal tarefa.

Conforme forem morrendo em si mesmos, a consciência irá se tornando cada vez mais e mais objetiva, e as possibilidades de sonhar irão diminuindo em forma progressiva. MEDITAR é indispensável para compreender nossos erros psicológicos. Quando a gente compreende que tem este ou aquele defeito, pode se dar ao luxo de eliminá-lo.

Eliminar este ou aquele erro, este ou aquele defeito, equivale a eliminar tal ou qual agregado psicológico, tal ou qual elemento dentro do qual existem as possibilidades de sonhar ou de projetar sonhos.

Quando alguém quer eliminar um defeito, um erro, um agregado psíquico, deve primeiro compreendê-lo. Porém, não basta “apenas” compreender; é preciso ir mais fundo, ir além: é preciso “capturar” o profundo significado daquilo que se compreendeu, e só se pode “capturar” esse profundo significado por meio da meditação interior, íntima e profunda.

Aquele que “capturou” o profundo significado do que compreendeu está na possibilidade de eliminá-lo. Eliminar agregados psíquicos é urgente. Agregados psíquicos e defeitos psicológicos, no fundo, são a mesma coisa. Qualquer agregado não é mais que a expressão de um defeito de tipo psicológico.

Que é necessário eliminar os defeitos está mais que claro. Mas, antes temos que compreendê-los e também “capturar” o seu profundo significado. É dessa maneira que iremos morrendo de momento a momento. Só com a morte surge o novo. Alguns querem DESPERTAR NO ASTRAL, no MENTAL, mas não se preocupam em morrer. O mais grave é que confundem os sonhos com as verdadeiras experiências místicas.

Uma coisa são os sonhos, que não passam de simples projeções do subconsciente; outra coisa são as experiências místicas reais. Qualquer experiência mística autêntica exige o estado de alerta e de consciência desperta [atenta].

Eu não poderia conceber experiências místicas reais estando a consciência adormecida. Assim, a experiência mística real, verdadeira, autêntica, só aparece quando tornamos objetiva nossa consciência, quando estamos despertos.

Reflitam profundamente os irmãos em tudo isso. Que se dediquem a morrer de momento a momento. Só assim conseguirão realmente objetivar totalmente sua consciência.

PERGUNTA: Mestre, todas essas multidões que andam como loucas pelas ruas, estão adormecidas? Estão projetando? Estão sonhando? Estão alheias a si mesmas?

RESPOSTA: Certamente, toda essa gente anda em tropel, correndo, sonhando. Não é preciso que seus corpos estejam deitados na cama, roncando à meia-noite para estarem sonhando. As pessoas sonham aqui mesmo, em carne e osso. Assim como vocês podem vê-las andando como loucas pelas ruas, nesse constante ir e vir, como máquinas sem tom nem som, sem rumo, assim também andam nos mundos internos, quando o corpo físico está dormindo na cama.

Ocorre que essas pessoas que passam sonhando pela vida, que andam sonhando durante esse estado que podemos chamar de “estado de vigília”, quando chega a hora de dormir na cama, abandonam o corpo e entram ao mundo supra-sensível, levando para lá seus próprios sonhos. Ou seja: Cada qual leva consigo aos mundos internos seus próprios sonhos e devaneios, tanto durante as horas de sono quanto após a morte.

As pessoas morrem sem saber nem como nem porque, e entram nos mundos internos sonhando, continuam sonhando e ao nascer novamente nem se dão conta de como tudo aconteceu, e assim seguem sonhando o tempo todo vida a fora.

Portanto, não é de se surpreender que as pessoas caiam debaixo das rodas de um carro, que cometam tantas loucuras. Isso tudo se deve ao fato de terem a consciência adormecida, de estarem sonhando.

Deixar de sonhar é indispensável. Quem deixar de sonhar, aqui e agora, anda desperto em todas as partes. Quem despertar aqui e agora, desperta no infinito, nos mundos superiores, em qualquer parte do cosmo.

O mais importante é despertar aqui e agora, neste preciso momento em que estamos falando deste assunto, de momento a momento.

* Conferência traduzida por Karl Bunn

Sem comentários:

Enviar um comentário